CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS

 

PROFESSOR: Dr. Holgonsi Soares Gonçalves Siqueira

 

OBJETIVO: Esta disciplina tem por objetivo a compreensão dos principais debates na área da Sociologia Contemporânea, considerando-se a pluralidade de paradigmas e referências teórico-metodológicas que se estruturam a partir da década de 70. Também, refletir sobre os profundos questionamentos/desafios que se colocam para as Ciências Sociais na contemporaneidade, resultantes de novas abordagens interdisciplinares no campo das Ciências Sociais e Humanas, e suas repercussões na Educação.

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1. Teorias do contemporâneo

1. a construção do debate teórico: modernidade x pós-modernidade (- questões políticas e socioculturais; - a crise dos paradigmas)

 

2. Pensamento Social Pós-moderno

2.1 - Jameson e Harvey: a atualização marxista nas análises sobre o capitalismo contemporâneo

2.2 - Lyotard e Baudrillard: - principais categorias e conceitos; - relações com o pós-estruturalismo

2.3 - implicações teóricas no campo da sociologia e da educação

 

3. Emergência de novas abordagens sociológicas

3.1 - relações/identificações com a teoria pós-moderna

3.2 - as novas sínteses teóricas e seus desafios/implicações nas Ciências Sociais e na Educação:

- Foucault; - Giddens; - Boaventura Santos

 

4. Proposições para as Ciências Sociais e Educação na contemporaneidade

4.1 - Wallerstein; - Morin; - Latour


 

 

 

- referências bibliográficas

 

1. BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e simulações. Lisboa: Relógio D'água, 1991.

2. BAUMAN, Zygmunt Bauman. O mal-estar da pós-modernidade. RJ: Jorge Zahar,

1998.

3. BECK, Ulrich. Sociedade de risco - rumo a outra modernidade. SP: Ed 34, 2010.

4. BECK, Ulrich; GIDDENS, Anthony e LASH Scott. Modernização reflexiva. São

Paulo: UNESP, 1997.

5. BELL, Daniel. O advento da sociedade pós-industrial. SP: Cultrix, 1977.

6. CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. SP: Paz e Terra, 1999.

7. DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. RJ: Contraponto, 2002.

8. FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder RJ: Graal, 1993.

9. GUATTARI, Felix. Micropolítica: cartografias do desejo. RJ: Vozes, 1986.

10. GIDDENS, Anthony. Política, Sociologia e Teoria Social: encontros com o

pensamento social clássico e contemporâneo. SP: UNESP, 1998 (cap. 8, 9 e 10).

11. ________. As conseqüências da modernidade. SP: Unesp, 1991.

12. ________. A constituição da sociedade. SP: Martins Fontes, 1989.

13. HABERMAS, Jurgen. Modernidad x Pósmodernidad. In J. Picó (org.) Modernidad y Postmodernidad. Madrid, Alianza Editorial, 1988, pp. 87-102.

14. HARVEY, David. Condição pós-moderna. SP: Loyola, 1992.

15. HELLER, Agnes et al. A crise dos paradigmas em ciência sociais e os desafios para o século XXI. RJ: Contraponto, 1999.

16. _______. Da hermenêutica nas ciências sociais à hermenêutica das ciências sociais. In Agnes Heller e F. Feher, Políticas de la post-modernidad. Barcelona: Ed. Península, 1989, pp. 53-98.

17. JAMESON, Fredric. Pós-modernismo - a lógica cultural do capitalismo tardio. SP: Ática, 1996.

18. LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. SP: Ed.34, 2005.

19. LYOTARD, Jean-François. O Pós-moderno. RJ: José Olympio, 1986.

20. MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.

21. SIQUEIRA, Holgonsi Soares Gonçalves. Pós-modernidade, política e educação.

Tese de Doutorado. UFSM, 2003.

22. SOUZA SANTOS, Boaventura. Introdução a uma ciência pós-moderna. RJ: Graal,

1989.

23. ________. Um discurso sobre as ciências. SP: Cortez, 2004

24. TOURAINE, Alain. Crítica da Modernidade. RJ: Vozes, 1994 (II Parte-

cap.I-pg. 99-112).

25. WALLERSTEIN, Immanuel. Impensar a ciência social. SP: Idéias@Letras, 2006

26. ________. Análise dos sistemas mundiais. In: GIDDENS, Anthony &

TURNER, Jonathan. Teoria Social Hoje. SP: UNESP, 1999.

27. www.holgonsi.com